Gramíneas forrageiras e suas características estruturais e morfogênicas

Postado por: GABRIEL NERI GONÇALVES DE MATOS

Exemplo de uma planta gramínea forrageira

Um experimento conduzido por acadêmicos da Faculdade De Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEZ) visa analisar as gramíneas forrageiras, que são plantas constituintes de flores e servem como alimento para animais de pastejo; por se tratarem de uma espécie que são capazes de rebrotar após o corte e pastejo.

A morfogênese de uma planta estuda seu desenvolvimento e crescimento das plantas forrageiras.

As pesquisas foram realizadas na Fazenda Escola da UFMS, com o objetivo de avaliar as plantas; sendo assim, os pesquisadores chegaram a conclusão que a planta que tece um desenvolvimento estrutural e morfogênico foi o “Capim Quênia”.

Texto e foto: Camily Vitória – Repórter Júnior

Compartilhe:
Veja também