Repórter Júnior 2020: Entenda como foi a adaptação para o modo remoto e desenvolvimento do projeto

Postado por: GABRIEL NERI GONÇALVES DE MATOS

Imagem postada pela UFMS anunciando o Repórter Júnior 2020 (Divulgação/UFMS)

O Repórter Júnior é um projeto que se resume a uma prática de educação e comunicação. A ação abrangendo alunos e professores do ensino fundamental e médio da rede pública de Campo Grande como os principais protagonistas. Este programa é baseado em diálogos e construções coletivas. Em suas três edições os jovens jornalistas desenvolveram uma dinâmica para a divulgação científica da UFMS, o Integra.

Observa-se que com o agravamento da pandemia, desde o ano de 2020, estes mesmos jovens desenvolveram de modo remoto a cobertura jornalística educomunicativa do integra UFMS, dos dias 5 a 9 de outubro de 2020. Atualmente o mesmo sistema é desempenhado na cobertura do evento.

O Repórter Júnior conta com uma equipe denominada “A Formação da Brava”, a Empresa Júnior do curso de Jornalismo da UFMS que aplica as oficinas. O projeto teve como participantes 30 estudantes e 10 professores que receberam informações sobre Educomunicação e jornalismo. Dessa forma foram realizadas 4 oficinas aos sábados, via Google Meet, para a capacitação dos participantes, dentre elas turmas de texto e fotografia, telejornalismo, rádio e mídias sociais. No ano de 2020, os repórteres juniores criaram mais de 150 unidades de materiais jornalísticos que foram veiculados nos canais da Universidade, Instagram e Tik Tok.

Assim, os repórteres fizeram revisão de textos, esclarecimento de dúvidas, atividades online e postagem dos materiais elaborados, além da produção de podcast contando com a elaboração de roteiros e gravação de quatro episódios pela Rádio Educativa UFMS (99.9).

Dessa forma o diálogo foi muito importante e o incentivo ao protagonismo dos alunos com o suporte dos bolsistas e monitores formou um trabalho excelente com trocas de experiências entre participantes do Repórter Júnior, alunos e professores da rede pública, instrutores do projeto, além dos estudantes e docentes da UFMS.

Texto: Samuel Correia Camargo – Repórter Júnior 

Compartilhe:
Veja também